Sócios minoritários do Washington Football Team tentam pressionar Dan Snyder a vender sua parte da franquia
Sem conseguir se livrar de suas ações para compradores interessados em comandar o time, sócios minoritários tentam pressionar Snyder a vender sua parte majoritária
13/08/2020 19h53 - por Marcelisco
A franquia da NFL de Washington finalmente começou a tentar se desvincular de seu nome extremamente racista que usou até este ano, mas nem tudo são flores nela que é, talvez, a mais problemática franquia de toda a liga. Os sócios minoritários da franquia, que inclui o CEO da FedEx Fred Smith, vem pressionando Dan Snyder a vender sua parte e, assim, ceder o controle da franquia a um novo comprador.

Como sabemos que Snyder é teimoso, não vai ser tão fácil assim.

O rolo todo é o seguinte: Smith e Dwight Schar estão ativamente tentando vender suas partes minoritárias do Washington Football Team, um time com quem pouca gente esperta quer estar associado de propósito, ainda mais na cadeia de comando. Acontece que é muito difícil vender suas ações de um trem desgovernado quando todo mundo sabe exatamente quem é o maquinista cabeção que impede o trem de andar nos trilhos normalmente.

É por isso que Dan Snyder chegou a acusar Schar, em autos judiciais, de tentar minar sua credibilidade incentivando funcionários e ex-funcionários de fazer denúncias a seu respeito. Longe de nós acreditar no que fala Snyder, mas faz sentido.

Enquanto o circo pega fogo nos bastidores, o time segue sem nome novo e com o mesmo dono otario de sempre.




Obrigado por comentar!
Erro!