E a suspensão do Antonio Brown que conta mesmo com ele desempregado?
O problemático wide receiver ainda aguarda o julgamento de um dos dois casos de assédio sexual pelos quais foi acusado, mas já está suspenso 8 jogos pela condenação que recebeu por agressão e roubo, num caso de janeiro desse ano
31/07/2020 16h51 - por Marcelisco
Antonio Brown jogou pela última vez na NFL em setembro do ano passado, recebendo um touchdown de Tom Brady na única partida que fez pelo New England Patriots, depois de ser trocado do Pittsburgh Steelers para o Las Vegas (então Oakland) Raiders, onde nem chegou a jogar antes de ser cortado por ser um cara mala dos infernos.

Desde então, Brown já se aposentou e desaposentou algumas vezes e, atualmente, está desaposentado aguardando algum time assinar com ele (o MVP quer ele em Baltimore).

Ainda assim, o jogador está suspenso 8 jogos pela NFL, consequência da condenação que recebeu por lesão corporal e roubo após um incidente em janeiro desse ano.

Como Brown nunca descansa, além deste caso e de inúmeros chamados de violência doméstica na sua residência, Brown ainda foi acusado por assédio sexual por duas mulheres diferentes e um dos casos será julgado em setembro, podendo aumentar o tempo de suspensão do jogador na liga.

Além de todo o embróglio envolvendo a deterioração do seu estado de saúde mental e equilíbrio emocional desde (muito antes, mas principalmente) que saiu do Pittsburgh Steelers, uma coisa que chama atenção na suspensão é o fato de que Brown cumpre estes 8 jogos de suspensão estando com algum time ou não.

Ou seja, se tudo continuar como está e o wide receiver não receber nenhuma punição extra decorrente do caso de estupro e violência sexual contra sua preparadora física pelo qual responde em setembro, Brown estaria livre para jogar a partir de novembro.

Veja: mesmo sem time pra jogar e, portanto, sem jogar, Brown já está cumprindo a suspensão de 8 jogos apenas ficando em casa enquanto a temporada rola. Brown cumpre a suspensão ao não jogar jogos que já não jogaria por não ter emprego.

Entendeu? Não? Nem eu.

Se algum time assinar com Brown depois dos 8 jogos, ele pode jogar e tudo beleza. Caso seja contratado agora, pode trabalhar com o time normalmente (quão normal o coronavírus permitir) e seria suspenso do elenco a partir da semana 1. Isso sim faria sentido.

Claro que a expectativa é que o jogador seja punido com mais jogos de suspensão após o caso a ser julgado em setembro. Ainda assim, suspendê-lo de jogos que ele não jogaria é algo que não tem o menor cabimento. O correto (e o mínimo) seria esperar que algum time assinasse com o jogador e, a partir daí, contar os 8 jogos.




Obrigado por comentar!
Erro!