Últimas atualizações a respeito das negociações entre Liga e Jogadores
A gente não vai ficar falando do mesmo assunto o tempo inteiro, então tá aqui um resuminho dos últimos passos que as representações dos times e dos jogadores deram nos últimos dias
17/07/2020 13h24 - por Marcelisco
Já falamos por aqui de como os protocolos de saúde da liga para a pandemia são apenas uma das questões que precisam ser resolvidas entre liga e jogadores. Mas, como andam as coisas nessa frente?

Primeiro os times propuseram que os jogadores permitissem uma garantia no montante de 35% dos salários dos jogadores para cobrir os custos operacionais da temporada com a queda de receita ocasionada pelo COVID-19. Os jogadores não aceitaram de jeito algum.

Agora, a liga propõe que cada time reduza em 40 milhões de dólares os valores pagos aos jogadores, seja parte do teto salarial ou benefícios para a temporada. Os jogadores continuam achando nada interessante serem aqueles que arriscam as vidas jogando, enquanto são obrigados a reduzir seus ganhos. Os riscos aumentam, as compensações diminuem.

A negociação, nesta frente, continua em aberto. Conforme o Acordo Coletivo de Trabalho, as partes devem negociar em boa fé uma perda tão grande de receitas e, do lado dos jogadores, a ideia é de que a perda de valores nesta temporada seja diluída nos tetos salariais das temporadas seguintes, enquanto os times e seus donos bilionários preferem que os jogadores aceitem cortes agora para custear o prejuízo.

Caso nenhum acordo seja atingido, a previsão é de que o teto salarial do ano seguinte seja afetado caindo coisa de 50 a 70 milhões de dólares.

Sobre a possibilidade de os jogadores optarem por não jogar a temporada 2020, pela primeira vez a NFL estabeleceu uma data limite para os jogadores se manifestarem neste sentido, sendo 1º de agosto este prazo. Os jogadores têm, até lá, para apresentar um pedido formal por escrito. 

Os donos das franquias se reúnem, hoje, para determinar próximos passos e as novas propostas a serem debatidas junto aos jogadores, enquanto os times já se movimentam para receber seus jogadores. Os calouros de Chiefs e Texans (times que abrem a temporada) seriam os primeiros a se apresentar amanhã, mas a dúvida cercando todas as negociações entre liga e jogadores acabou atrapalhando. Agora, os jogadores dos dois times foram requisitados a se reapresentar na segunda-feira (20/07), o que levou outros times a também avisarem seus jogadores quando terão que aparecer nos centros de treinamento..

Mesmo sem protocolos completamente definidos e com as negociações ainda em aberto, de acordo com o Acordo Coletivo de Trabalho, jogadores que não comparecerem nas datas designadas estão sujeitos à punições por parte do time.




Obrigado por comentar!
Erro!